Acesso exclusivo do aluno

Atendimentos e Tratamentos

 

Consulta Terapêutica Ayurvédica (Avaliação Ayurvédica) com Sabrina Alves

Atendimento com Sabrina Alves - Temporada Primavera/Verão
(outubro/19 a março/20)
 
KaliA proposta é construir à atenção ao Bem-Viver para as pessoas à partir da compreensão da sua integralidade com a natureza. Como? Usando o Āyurveda como proposta de transgressão das relações de quem detém o conhecimento para estabelecer pontes com quem o busca.
 
Entendendo a pessoa com faculdades de compreensão de seus processos – corpo, mente e existência - para torná-la capaz de autogestão, pretende-se muni-la de ferramentas que a torne capaz de decidir sobre o que é melhor para si, para sua autonomia e seu autocuidado, enquanto pessoa comunitária. 
 
Tenho como proposta encontrar as melhores revisões para os textos do Āyurveda no que se refere a sua aplicação para o nosso tempo e circunstância.
Respeitando a orientação sexual, identidade de gênero, as regras pessoais para com o próprio corpo e formas de se relacionar. 
 
Associado ao Bem-viver, que é o processo da matriz comunitária de povos que vivem em harmonia com a natureza, o que difere da indústria do bem-estar, fruto do capitalismo, a proposta é, junto com quem busca, encontrar o melhor projeto terapêutico possível para que possa se sentir bem consigo mesmo e retomar o senso de “pessoa coletiva”. 
 
Para isso, nos guiaremos por parâmetros-pilares do Āyurveda (rotinas diárias, sazonais, inspirações alimentares e fitoterapêuticas regionais, práticas de autocuidado ayurvédico etc), estabelecendo rotinas possíveis com cada necessidade e individualidade de acordo com as mudanças das fases de vida, lunar/solar e sazonal/planetária, mirando estar longe de práticas hegemônicas e ditatoriais sobre padrões do corpo e sobre estados de felicidade/tristeza . 
 
Sexualidade - A partir de uma reinterpretação da fisiologia, etapas pessoais da vida, história de vida pessoal e familiar, percepção pessoal da sexualidade e de gênero, pretendem-se orientações que auxiliem o como viver a sua sexualidade de forma plena considerando as vivências afetivo-sexuais para promover a manutenção de sua energia sexual com autocuidados naturais e conversas francas. Levaremos em consideração, sobremaneira, observar fases como menstruação, TPM, ovulação, etc sob a ótica cultural e social. Além de métodos contraceptivos, formas naturais de segurar o sangue menstrual, rejuvenescimentos pós sexo, pós menstruação e/ou pelos ciclos lunares/solares, sem julgamentos ou moralismo, o uso da frequência das fases lunares/solares para auxiliar a regular a energia sexual para as pessoas não-menstruantes. 
 
Alimentação - Alimentos são para nos dar energia, não podem ser fonte de sofrimento e culpa. Alimentação é cultura, e as refeições são momentos de trocas afetivo-culturais. Pretendem-se então, propor orientações possíveis para planejamentos de compras de alimentos, armazenamento e reaproveitamentos. Além do estímulo a buscar alternativas fora dos eixos hegemônicos da ditadura alimentar, com receitas, compreensão da alimentação sazonal limpa e regional. De forma a levar em consideração as fases de vida, as passagens do dia/noite, e a dinâmica grupo/família em que a pessoa está inserida para o resgate da cultura alimentar. A intenção é criar um senso de coletividade que, uma vez que a pessoa se reconheça como a própria natureza, possa fazer a devolutiva estabelecendo vínculos com produtores locais. 
 
Beleza e Rejuvenescimento – Beleza é estar.  Este estar é fruto da intersecção de muitos fatores. Aliado a outros pilares pretende-se a promoção do autocuidado pela alimentação, com as relações e nas escolhas que podemos fazer no dia-a-dia. Requer cuidados dentro e fora do corpo, mas especialmente de nossa paz de espírito.
 
Gestação/Fertilidade - Respeitando as escolhas – a escolha pela reprodução e/ou a gravidez indesejada, buscara-se orientações de práticas antes, durante e depois da gestação, tais como alimentação, respirações, acolhimento, sexualidade durante esse período, fitoterapia... Além de orientações para  fortalecimento a parir de forma digna e saudável, ou da melhor forma possível desde que seja respeitada,  até o puerpério, que é um momento de máxima importância para saúde mental da nova mãe.
 
Menopausa - As pessoas pós-menstruantes nessa fase da vida atualmente estão em plena capacidade de sua criatividade. Mas é um momento socialmente negligenciado. Falaremos sobre beleza, autoestima, sexualidade, autocuidado, alimentação ...tudo para esta nova fase da vida em toda a sua potência.
 
Intimidade e Autoconscientização - O espírito da intimidade é construído a partir de nosso amor próprio e das relações que nos trazem felicidade. Cuidar-se contribui para fortalecermos nossa intimidade. Já a nossa autonomia é construída a cada dia por meio do autocuidado considerando nossas vivencias, nossas relações intimas, nossos desejos profundos como parte de cuidados da saúde. Além de práticas que alimentam a noção de pertencimento no sentido da espiritualidade, não nas construções das individualidades, mas na recuperação do espírito comunitário. 
 
A proposta é a aplicação de um Āyurveda revisitado. Ou seja, #feminista, #descolonial e que promova a cultura de #BemViver com vistas a retomar o Āyurveda primal em sua proposta individualizada a cada substância (Prakṛti) para voltar a tornar-se renascida e revitalizada enquanto pessoa coletiva. 
 
Como funciona o Atendimento
A intenção é proporcionar uma consultoria para atitudes que possam promover a gestão do seu autocuidado.
O primeiro atendimento/anamnese consiste em uma avaliação com bases no Āyurveda com duração de 1h a 1h30m;
Nele, por meio da escuta ativa iremos percorrer seu histórico de vida, ajustar as expectativas com as possibilidades e traçar JUNTES uma proposta de roteiro de tratamento.
De lá você já sai com orientações prévias para dar início a sua nova jornada.
Como todo o tratamento é individualizado – não trabalho com fórmulas prontas – dentro de uma semana você receberá via e-mail um programa completo (rotina diária, lunar/solar, sazonal, alimentar, orientações de rejuvenescimento de acordo com o estilo de vida, etc). 
Além disso, dois retornos estão incluídos. Sendo um virtual e outro presencial. Eles são fundamentais para reajustarmos a sua nova realidade ou ainda adequar para que a proposta terapêutica fique mais funcional.
 

Quem é Sabrina Alves

Aprendi em meio as mulheres da minha família como a me conhecer e a cuidar do meu corpo. Essa vivência me colocou no caminho de buscar diversos outros aprendizados para poder compartilhar com quem eu pudesse. Fui pesquisar sobre as vivencias e a saúde das mulheres sob a perspectiva das etno-medicinas e dos saberes populares. Desenvolvi um conhecimento sobre autocuidado natural que atrelado ao nosso tempo e circunstância pode ser capaz de ampliar a percepção da dimensão dos corpos e manutenção da vida nas suas particularidades culturais e sociais.
 
Sou profa Dra em Ciência da Religião com enfoque em gênero, religião e decolonização. Minha formação acadêmica se inicia em comunicação, mas atualmente sou Cientista da Religião com Mestrado e Doutorado (PUC/SP) na mesma área. Minha pesquisa mais recente tem se desenvolvido sobre Gênero, Sexualidade nos Textos Clássicos do Āyurveda e decolonialidade em observância da sua prática atual na Índia e Brasil. 
Sou formada em Āyurveda pela Escola Latino-Americana de Āyurveda e Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala, desde 2006; 
Participei de Cursos Avançados e de Especialização na Índia no AVP – The Arya Vaidya Pharmacy;
São mais de 10 anos com o enfoque na sexualidade e pesquisas na área e gênero no Āyurveda. Desde 2008 desenvolvi com a Dra Brenda Kalil (in memoriam) uma abordagem e trabalho específico de AYURVEDA PARA MULHERES com atendimentos, workshops e vivências com a proposta de promover a autogestão ginecológica;
Realizo um estudo profundo sobre Āhara (alimentação) com base nos princípios do Āyurveda e a alimentação natural com enfoque nas tradições alimentares locais do Brasil, usando como base o Guia Alimentar Brasileiro.
Coordenei em 2010 o Curso Avançado de Āyurveda para Mulheres com a presença do Dr. Robert Svoboda e Dra. Claudia Welch, com os quais mantém constante contato de aprendizado e parceria;
Coordeno os cursos de Pós-gradução em Āyurveda no Instituto Naradeva Shala, o Curso Semipresencial de Formação em Āyurveda, onde também faço parte do corpo docente.
 

Doe uma consulta: 

Compartilhar fazeres e saberes é revolucionário. 
Se você sentir que o que você usufruiu deve ser compartilhado, doe uma consulta para quem não usufrui do mesmo status econômico-social que você. 
 
Escolhi criar um método para que esse processo ocorra: 
Uma consultoria é doada (no valor de 100% ou parte dela 50% ou 25% do valor), e uma organização social ou uma pessoa de reconhecimento comunitário envolvida com ações sociais indicará quem receberá essa doação. 
Quem doará e quem receberá serão mantidas em sigilo. Mas a organização ou a pessoa, de reconhecimento comunitário, será anunciada como mediadora dessas trocas. E buscarei fazer um rodízio de lideranças ou organizações para manter a diversidade.

  • Para marcar uma consulta, ligue ou envie uma mensagem:
Instituto Naradeva Shala
Rua Coriolano, 169/171 – Bairro Pompéia – São Paulo/SP
(próximo ao SESC Pompeia e ao Shopping Bourbon)
Tel: (11) 3862.7321 (Telefonica/Vivo fixo)
Tel Celular/ WhatsApp: (11) 94748.9690
E-mail: atendimento@naradeva.com.br

 


nutrição, atendimento, ayurveda, alimentação


Voltar

Contato

Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala

Rua Coriolano, 169/171, São Paulo (próximo ao SESC Pompéia e ao Shop. Bourbon)

Telefone: (11) 3862.7321 (Telefonica/ Vivo fixo) Telefone Celular/ WhatsApp: (11) 94748.9690 Email: atendimento@naradeva.com.br