Acesso exclusivo do aluno

Artigo detalhe

 

MahaDevi Tarpanam – Sutratma – A Divina Energia Feminina do Universo

por Profa. Margareth Gonçalves (Devidasika)
11/08/2009

Entendimento do feminino no Universo !!!!!!

A Deusa é o próprio Universo !!!!!!

Não consigo entender quando leio ainda em certos artigos títulos como “A volta da Deusa”, “O retorno da Deusa” ou coisa parecida.....

Retornar de onde????? Voltar de onde?????? mais me parece o que tbm ouço: “Jesus está voltando !!!” de onde? Podem me dizer ????? nem sabia que Eles teriam ido pra lugares distantes !!!!! kkkkk

Eu chamo isso de “imaturidades”.
Sim, imaturidades, pq são energias permanentes do Universo, não tem como irem pra lá ou virem pra cá !!!!!!

A energia feminina é aquela que “pari” as ideações da energia masculina, portanto se em algum momento Ela tivesse se ausentado, o próprio Universo deixaria de existir !!!!!!

Entendo o período onde se fez domínio o poder do masculino, mas isso só nas aparências.....o masculino NUNCA entrou em conflito com o feminino, isso é impossível !!!!! são energias mantenedoras do existir !!! do ser !!!!!!

Tudo isso acontece tbm em nossa 3º dimensão qdo um homem (sexo masculino) insemina uma mulher(sexo feminino)....ele tem a intenção e ela concretiza sua vontade..... SEM Ela nada acontece, ficaríamos no mundo das idéias somente.

Portanto, AMBOS são necessários e determinantes para o nosso equilíbrio.
Não é à toa que temos em nós estes dois aspectos, estes dois hormônios.

Era do Patriarcado !!!!!

Era do Matriarcado !!!!!

Evoluimos não ?????

Então, chega de disputas medíocres e que não nos levam a absolutamente NADA !!!!!!

Ambos aspectos são atuantes e absurdamente necessários !!!!!

D’eus em seu aspecto Consciência e Deusa em seu aspecto Energia, dando movimento a absolutamente TUDO que é visível e tbm invisível, deste mundo e de outros mundos......

Na realidade, ambos atuam em unicidade, em completude, em sabedoria....

São UNOS em essência !!!!!

Temos que nos apoiarmos em tudo que é “permanente”, “contínuo”, então assim a Deusa é o fio de “Sutratma”, o fio que une todos e tudo ao mesmo tempo e eternamente..... Ela é a Shakti (energia) do universo !!!!! Ela é o Tantra ( a cadeia de união Divina) !!!!

Sendo assim, jamais poderia ter deixado de ser algo !!!!! em algum momento do existir !!!!! pensem !!!!!

Pra quê brigas ou disputas daquilo que é indiscutível, real, eterno, imutável e profundamente amável??????

Enqto existirem tentativas de predomínio desta ou daquela energia por nós humanos, existirá conflitos que com certeza não nos levarão a termos acréscimos de nada que seja positivo para nós mesmos.

Equilíbrio pessoal, muito equilíbrio !!!!!

Já cometemos esses mesmos enganos em outros tempos, qdo nós mesmos já cultuamos em demasia somente os aspectos masculinos, trazendo para esta humanidade uma imensidão de ilusões....não será nós mesmos que estamos neste momento trazendo agora prá esta mesma humanidade o exagero do culto ao feminino?????

Quem sabe sejam as mesmas consciências que antes idolatraram o masculino, hoje estão idolatrando o feminino ?????

Se continuarmos assim, o desequilíbrio continuará !!!!!

É importante que tenhamos compreensão e maturidade para trabalharmos bem nossos 3 aspectos energéticos, o feminino, o masculino e o neutro em nós mesmos.

Somos tudo isso e não adianta negarmos tudo isso !!!!!

Em aspectos superiores, não somos Nada disso, somos apenas Energia, ou seja, Shakti, Sutratma, Tantra....kkkkk voltamos assim á Deusa, só a Ela, portanto não precisamos de nenhuma reconecção, já somos tudo isso em essência, em vida !!!!!

Pra que disputar a permanência do Universo ?????

Vamos viver esta plenitude de ambas as energias, só assim seremos plenos e realizados, trazendo a felicidade para bem pertinho de nós mesmos e para todos aqueles que nos cercam.

Shanti !!!!!!

Translado abaixo informações que acredito serem pertinentes neste momento:

No Svetasvatara Upanishad há um verso que diz:

“Tu és mulher;
Tu és homem;
Tu és mancebo;
Tu és também donzela;
Tu és o ancião que vacila com sua bengala;
Tu nasceste com Teu rosto voltado para todos os lados.

Como a Shakti (energia do Universo), a Mãe Divina, se manifesta de maneiras diferentes:

No reino mineral Ela se manifesta como a inteligência das partículas que formam os átomos e da organização desses átomos como moléculas;

Se manifestando como calor, luz, som, magnetismo e eletricidade, por isso, chamada Bhuta Shakti ou a energia dos elementos.

No reino vegetal Ela mesma (shakti ) se apresenta em grau superior, como Prana, a energia vital inteligente que promove a organização e o desenvolvimento das plantas e sua sensibilidade aos fatores externos.

No reino animal, Ela se apresenta ainda em um nível mais superior.
A mente animal (kama) é capaz de apreender, de ter instintos, de ter a percepção de certo grau de relações entre causa e efeito e maior percepção de prazer e dor.

No homem, a Shakti( a própria Deusa) desenvolve ainda o sentido estético e ético e o exercício dos poderes intelectuais, emocionais e volitivos, sendo chamada, então, Jiva Shakti.

Mais elevado que Jiva Shakti é a manifestação desta mesma Mãe Universal na consciência dos Sábios, Devas(anjos), Seres de luz, com suas consciências límpidas, expandidas, com percepções da Unidade, da Plenitude e da Bem-aventurança.

Então, Ela é chamada Atma Shakti, a mais elevada forma de Shakti a que pode aspirar o ser humano, levando-o a colaborar no plano divino como um ser que alcançou sua realização.

Ela se apresenta em quatro grandes aspectos, quatro manifestações cósmicas que são os poderes fundamentais: o poder do conhecimento, o poder da vontade, o poder da ação e o poder da síntese.

Personificando o Poder do Conhecimento (Gnana-Shakti) Ela é adorada como Saraswati, a Deusa da Sabedoria, das Artes e das Ciências.

O Poder da Vontade (Iccha-Shakti) é representado pela Divina Mãe na forma de Lakshmi, a benevolente Deusa da Prosperidade, da preservação do Dharma, da Beleza, da Bondade.

Como Durga, Ela personifica o Poder da Ação, a força avassaladora que “quando se manifesta no éter do coração reduz a cinzas os impedimentos provenientes da separatividade”.

E, finalmente, como Yoga Devi, Ela é Maheswari, a Grande Energia Cósmica, o Sutratma ou o fio da Alma que une a todos os seres e a todos os mundos, como um cordão que une todas as pedras de um rosário.
Neste aspecto, Ela é reconhecida como a Rainha da Hierarquia de Sábios e Videntes que governam a evolução desse mundo, o néctar de onde flui a sabedoria e todos os poderes da Irmandade Universal.

“Sua graça é ilimitada;
Sua misericórdia é ilimitada;
Seu conhecimento é infinito;
Seu poder é incomensurável;
Sua glória e inefável;
Seu esplendor é indescritível.
Ela lhe dá Bhukti (prosperidade material) e Mukti (liberação)”.

Profa. Margareth Gonçalves (Devidasika)

Praticante e estudiosa de Suddha Raja Yoga desde 1974, Gnana Dhatha (Sacerdotisa) da Suddha Dharma Mandalam, recebeu o título honorário em 2004 de Ashrama Acharya (Instrutora) reconhecido pelo Conselho Mundial de Yoga. Yogaterapeuta especializada em Psicologia do Yoga, também capacitada em outras técnicas como: gemoterapia, florais, reiki, cromo e laya yoga. Fundou em 1994 o Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala.
suddha dharma, yoga, meditação


Mais Artigos



Mais Colunistas

Contato

Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala

Rua Coriolano, 169/171, São Paulo (próximo ao SESC Pompéia e ao Shop. Bourbon)

Telefone: (11) 3862.7321 ou (11) 94748.9690 (whats) Email: atendimento@naradeva.com.br