Acesso exclusivo do aluno

Artigo detalhe

 

Mulheres Sábias

por Dr. Robert E. Svoboda (B.A.M.S.)
08/06/2011

Os princípios da vida não mudam quando se ingressa na idade madura. A vida toda é uma questão de relação; a relação consigo mesma segue sendo a base da sua relação com qualquer outro ser e não deixando de ser um complexo corpo-mente-espirito. Mas agora o centro de tua existência passa a ser seu espírito. A infância foi tua porta de acesso para um bom desenvolvimento do corpo e a maturidade sua oportunidade de potencializar ao máximo a mente. Nesse momento, tem-se a maravilhosa oportunidade de ampliar a consciência a partir da matéria corpo-mente, com todas as suas limitações, basta a consciência menos limitada do espírito.

Isso não quer dizer que tenhas que se voltar completamente para o interior e se retirar da sociedade, ao contrário: como Vata gosta de se propagar e expandir, o período Vata de sua vida é uma excelente oportunidade para difundir suas experiências aos demais.

O que se deve “deixar ir” são os primeiros anos de formação estruturais da fase Kapha, e depois seus atarefados anos de amadurecimento da fase Pita. As Kaphas seguem necessitando motivação e estimulação, as Pitas, no entanto apreciarão um desafio e as Vatas se beneficiarão melhor com o equilíbrio e a relação.

Depois da Menopausa, a mulher terá suficiente experiência na vida para iniciar as orientações para as mulheres mais jovens da família, dando-lhes conselhos, alento, ensinando-se os próprios rituais e historiam votivas (contos sagrados) sendo um bom exemplo para elas.

A medicina moderna tem tratado de retirar a “magia” da menopausa como tem se feito com os partos, convertendo naquilo que seria uma transição natural da mulher em um “caso clinico” ou, como se fosse uma doença. Oportunamente, pesquisas científicas têm apontado para direção contrária dando provas de que a menopausa é essencial para humanidade.

Retirado do Livro "Ayurveda for Women" Dr. Robert E. Svoboda

Traduzido livremente por Sabrina Alves

Dr. Robert E. Svoboda (B.A.M.S.)

Formado em Medicina Ayurveda e Cirurgia, na Universidade de Pune em 1980, recebeu assim o titulo de Ayurvedacharya (B.M.A.S.). É o primeiro Ocidental a se formar em uma faculdade de ayurveda (1980) e assim ser licenciado para a prática do ayurveda na Índia. Viveu na Índia de 1973-80 e 1982-86. Neste tempo teve contato permanente com o seu mentor Vimalananda Aghori que o tutelou em ayurveda, yoga, jyotish (astrologia), tantra e outras disciplinas. Em junho de 1973 foi o primeiro membro branco a ser iniciado na tribo Pokot no norte do Quénia. De 1975-80 venceu todos os prêmios de excelência acadêmica em ayurveda na Universidade de Pune incluindo o premio Ram Narayan Sharma. Desde 1985 viaja o mundo realizando palestras, ministrando consultoria ensinando e escrevendo. Faz parte do corpo docente como professor adjunto do Instituto do Dr. Vasant Lad, no Novo México e da Universidade Bastyr, Kenmore, WA. Autor dos livros: The Hidden Secret of Ayurveda (1980), Prakriti: Your Ayurvedic Constitution (1988), Ayurveda: Life, Health and Longevity (1992), Tao e Dharma Tao and Dharma (com co-autor Arnie Lade) (1995) este com edição em português e Ayurveda para Mulheres, Ayurveda for Women (1999). É autor de diversos outros livros sobre hinduismo, tantra, astrologia, vastu etc. Dr. Robert Svoboda é sem sombra de dúvida a maior autoridade ocidental do ayurveda.
ayurveda, tri dosha, dosha, ayurvédica, medicina indiana


Mais Artigos



Mais Colunistas

Contato

| Naradeva Shala | Instituto de Cultura Hindu

Rua Coriolano, 169/171, São Paulo (próximo ao SESC Pompéia e ao Shop. Bourbon)

Telefone: 11 3862.7321 ou WhatsApp: 11 94748.9690 Email: atendimento@naradeva.com.br