Acesso exclusivo do aluno

Artigo detalhe

 

Abhyanga: Massagem Ayurvédica com Utilização de Óleos

por Dra. Claudia Welch
15/05/2012

Abhyanga: Massagem Ayurvédica com Utilização de Óleos

O artigo a seguir está no site da Banyan Botanicals: www.banyantrading.com. Os óleos mencionados neste artigo são produzidos pela Banyan Botanicals.

O corpo de uma pessoa submetida regularmente às massagens com óleos é menos vulnerável a danos acidentais ou cansaço devido ao excesso de trabalho. A utilização diária da massagem com óleos mantém o corpo agradável ao toque e em ótimas condições. A pessoa torna-se forte, graciosa e menos afetada pelo avanço da idade.
Charaka Samhita Vol.1, V: 88-89.

Abhyanga é a unção do corpo com óleo. Freqüentemente medicado e aquecido, o óleo é utilizado na massagem do corpo inteiro antes do banho. É benéfico por manter a saúde e é utilizado como remédio para certas desarmonias. Abhyanga pode ser incorporado em uma rotina apropriada para quase todas as pessoas.

A palavra sânscrita sneha significa ‘óleo’ e ‘amor’, e os efeitos do Abhyanga são similares aos efeitos da ‘saturação por amor’. Tais experiências são capazes de oferecer um sentimento profundo de estabilidade, entusiasmo e conforto. Sneha – óleo e amor – é sukshma, ou ‘sutil’. Este atributo permite que sneha atravesse os minúsculos canais e penetre nas camadas mais profundas dos tecidos.

O Ayurveda ensina que há sete dhatus ou camadas de tecidos no corpo. Sucessivamente, cada dhatu é mais concentrado e revigorante que seu antecessor. Ensina-se que, para a eficácia do sneha atingir a camada mais profunda, deve ser massageado no corpo por 800 matras, cerca de cinco minutos. Se considerarmos que o corpo inteiro necessite deste tipo de atenção, quinze minutos de massagem seria a quantidade mínima de tempo.

Benefícios da Oleação Externa
(Descrito em: Charaka Samhita, Sushruta Samhita e Ashtanga Hrdayam)

Benefícios da aplicação de óleo no corpo (Abhyanga):
* Produz maciez, força e coloração ao corpo
* Reduz os efeitos do avanço da idade
* Propicia boa visão
* Nutre o corpo
* Aumenta a longevidade
* Beneficia os padrões de sono
* Beneficia a pele
* Reforça a resistência do corpo
* Confere firmeza aos membros
* Confere tônus e vigor aos dhatus (tecidos) do corpo
* Estimula os órgãos internos do corpo, bem como a circulação
* Pacifica Vata e Pitta e harmoniza Pitta

Benefícios da aplicação de óleo na cabeça (Murdha Taila):
* Permite que o cabelo cresça exuberante, espesso, macio e brilhante
* Acalma e revigora os órgãos dos sentidos
* Remove rugas faciais

Benefícios da aplicação de óleo nos ouvidos (Karna Purna):
* Alivia os transtornos nos ouvidos devido ao aumento de Vata
* Alivia torcicolos
* Alivia a rigidez da mandíbula

Benefícios da aplicação de óleo nos pés (Padaghata):
* Ameniza a aspereza e alivia a rigidez, cansaço e dormência nos pés
* Confere força e firmeza aos pés
* Reforça a visão
* Pacifica Vata
* Alivia a ciática
* Beneficia vasos e ligamentos locais

A aplicação de sneha (óleo) no organismo humano confere tônus e vigor às raízes dos dhatus (tecidos) da mesma forma que a água fornece os elementos nutritivos necessários às raízes das árvores e plantas, e fomenta seu crescimento quando derramada no solo onde se desenvolvem. A utilização de sneha em um banho promove sua penetração no sistema através dos orifícios dos vasos (siras) e dutos (dhamanis) do corpo, bem como através das raízes dos cabelos e, assim, acalma e revigora o corpo com sua própria essência.

Sob tais circunstâncias, aspersões e unções do corpo com óleo ou manteiga clarificada deveriam ser prescritas por uma pessoa inteligente e a par dos hábitos, congenialidade e temperamento de quem recebe a oleação, assim como precisa levar em consideração o clima, a estação do ano e a predominância do Dosha ou Doshas em desarmonia em sua constituição física.
Sushruta Samhita, Vol.2, cap. 24:21.

Essas passagens deixam claro que deveríamos considerar nossa Prakriti (constituição), Vikriti (condição atual) e nosso ambiente externo ao decidir quais óleos são melhores para nós e com qual frequência deveríamos realizar abhyanga.

A literatura ayurvédica estabelece que seja apropriado realizar abhyanga para pacificar Vata, caso seu Vata esteja momentaneamente alto, ou seja o dosha dominante em sua Prakriti. O mesmo se aplica para Pitta e Kapha. (Você pode acessar os testes para determinar sua Prakriti e/ou Vikriti no www.banyantrading.com).

Se você tiver mais do que um dosha dominante em sua Prakriti, pacificará os doshas de acordo com a estação. Se você possuir a combinação Pitta-Kapha, pacificará Pitta durante o tempo quente, e Kapha durante o tempo frio. Se você possuir a combinação Pitta-Vata, pacificará Pitta durante o tempo quente e Vata durante o tempo frio. Se você possuir a combinação Vata-Kapha, pacificará Vata durante o tempo frio ou seco e durante a mudança das estações, e pacificará Kapha durante o tempo frio ou úmido. Orientações mais completas para cada dosha estão descritas abaixo:

Abhyanga para Pacificar Vata
Os atributos básicos de Vata são: seco, leve, frio, áspero, sutil e móvel. A maioria destes atributos é oposta aos do óleo. Por isso o óleo aquecido é especialmente bom para pacificar Vata.

Se seu Vata estiver alto em sua Prakriti ou Vikriti, realizar abhyanga diariamente pode ser extremamente benéfico e transformador. Sushruta diz, “O vento (vayu) desordenado do corpo (condição Vata) é levado a sua condição normal através do auxílio de Udvartana (massagem)” (Sushruta Vol.2, 24:28). Apenas certifique-se para que abhyanga seja realizado em local aquecido e evite pegar friagem após a massagem.

Tipos de Óleo Melhores para Vata
O óleo de gergelim é considerado o ‘rei dos óleos’; é a melhor escolha para Vata por ser naturalmente aquecido. Se possível, utilizar gergelim orgânico e não-tostado. O óleo de amêndoa e o óleo de mostarda também são boas escolhas por serem quentes.

Você poderá, ainda, utilizar um Óleo para Massagem Vata, especialmente se sua Prakriti estiver com excesso de Vata. As ervas escolhidas para esta fórmula aumenta as qualidades pacificadoras de Vata do óleo de gergelim. O Óleo para Massagem Vata pode ser usado sozinho ou misturado com óleos de gergelim, amêndoa ou mostarda.

Para aumentar força e energia, o Óleo de Ashwagandha ou os Óleos Ashwagandha/Bala podem ser os melhores para você.

O Óleo Mahanarayan é feito a partir de mais de 30 ervas ayurvédicas e é tradicionalmente utilizado para dor nas juntas ou fraqueza. Aquecido e aplicado regularmente com abhyanga nas juntas ou músculos afetados, produz fabulosos benefícios. Após abhyanga, um banho morno com 1/3 de xícara de bicarbonato de sódio e 1/3 de xícara de gengibre em pó pode amplificar seus efeitos ainda mais.

Talco/Polvilho para Vata
Se o talco não irrita sua pele, experimente o Talco/Polvilho para Vata no lugar do sabão. Faça uma pasta com o talco e água, e aplique suavemente uma pequena quantidade no corpo. Assim que ressecar, enxágue com o óleo.

Abhyanga para Pacificar Pitta
Os atributos básicos de Pitta são: oleoso, penetrante, quente, leve, com odor desagradável, móvel mas não agitado e líquido. O dosha Pitta e os óleos compartilham muitas qualidades, sendo assim, o ideal é utilizar óleo medicado na tentativa de reduzir sintomas Pitta, como irritações, erupções e prurido cutâneos. A adição de ervas amplifica as propriedades pacificadoras de Pitta contidas no óleo.

Tipos de Óleo Melhores para Pitta
O Óleo para Massagem Pitta é uma boa escolha para abhyanga. A aplicação de Óleo Bhringaraj ou Óleo Brahmi na cabeça e solas dos pés na hora de dormir podem reduzir Pitta e promover um bom sono. Se você não tiver óleos medicados, use óleo de girassol ou de côco para seu abhyanga. Se você passar muito tempo ao sol, poderá adicionar um pouco de Óleo de Neem ao seu óleo básico para abhyanga, pois reduz Pitta na pele.

Em geral, aqueça suavemente o óleo para abhyanga. O óleo aplicado na cabeça deve ser frio no verão e levemente aquecido no inverno.

Talco/Polvilho para Pitta
Se o talco não irrita sua pele, experimente o Talco/Polvilho para Pitta no lugar do sabão. Faça uma pasta com o talco e água, e aplique suavemente uma pequena quantidade no corpo durante o banho. Enxágue com o óleo.

Abhyanga para Pacificar Kapha
Os atributos básicos de Kapha são: untuoso, frio, pesado, lento, liso, macio e estático. O dosha Kapha e os óleos compartilham muitas qualidades. Considerando que igual aumenta igual, a utilização de óleo, especialmente óleo frio, pode aumentar Kapha ao invés de reduzi-lo. No entanto, como o óleo possui a habilidade de absorver as qualidades das substâncias com as quais é preparado, óleos apropriados de plantas medicinais podem reduzir Kapha.

Sushruta diz que a massagem “reduz a gordura e o Kapha agravado do sistema, suaviza e purifica a pele, e confere firmeza aos membros.” (Sushruta Vol.2, 24:28). Ele também diz, “Ungir (Abhyanga) o corpo (com óleo, etc.) confere à pele uma suavidade brilhante, protege contra o agravamento de Vayu (Vata) e Kapha, melhora sua coloração e força, e tonifica as raízes dos tecidos (dhatus) do corpo.” (Sushruta Samhita, Vol.2, cap. 24:15-17).

Tipos de Óleo Melhores para Kapha
Abhyanga com óleo aquecido é melhor para Kapha. Enquanto os óleos de gergelim, milho e mostarda são úteis por serem quentes, óleos de plantas medicinais são ainda melhores para Kapha, pois adicionam mais propriedades pacificadoras de Kapha ao óleo. O Óleo para Massagem Kapha é uma boa escolha para uso geral. (Se você estiver usando óleo de gergelim, opte pelo gergelim não-tostado. O tostado é mais caro e apresenta um forte aroma natural).

Talco/Polvilho para Kapha
Para acentuar os efeitos positivos do abhyanga para os tipos Kapha, friccione vigorosamente o corpo com o Talco/Polvilho para Kapha antes ou depois de realizar abhyanga, enquanto massageia ou durante o enxágue com óleo. Diz-se que massagear o corpo com pós aromáticos suaves atenua Kapha, liquefaz a gordura, produz estabilidade (densidade, resistência) nas partes do corpo, e a excelência da pele. Ashtanga Hrdayam, Vol.1).
 
Procedimento Habitual para Abhyanga
A utilização diária da massagem com óleos mantém o corpo agradável ao toque e em ótimas condições. A pessoa torna-se forte, graciosa e menos afetada pelo avanço da idade.
Charaka Samhita Vol.1, V: 88-89.

* Coloque cerca de ½ xícara de óleo em uma garrafa plástica tipo squeeze de 250 ml. Certifique-se de que o óleo não esteja rançoso.
* Coloque a garrafa plástica com óleo em uma panela de água quente até que o óleo fique agradavelmente aquecido.
* Fique de pé ou sente-se confortavelmente em sala aquecida, e envolva-se em uma toalha que você não se importe que absorva o excesso de óleo. Proteja-se de correntezas de vento.
* Aplique o óleo no corpo inteiro.
* Massageie-se começando pelas extremidades e trabalhando em direção ao centro do corpo. Faça movimentos longos nos membros e movimentos circulares nas juntas. Massageie amplamente abdômen e tórax com movimentos circulares no sentido horário. No abdômen, siga a direção do intestino grosso com movimentos ascendentes no lado direito, movimentos transversais e movimentos descendentes no lado esquerdo. Massageie o corpo por 5 a 20 minutos, com amor e paciência.
* Dedique sua atenção e um tempo extra para massagear sua cabeça, ouvidos e pés, ao menos uma vez por semana. Aplique óleo na coroa da cabeça (marma adhipati) e faça movimentos suaves e circulares a partir do centro. O óleo aplicado na cabeça deve ser morno, não quente. Coloque algumas gotas de óleo aquecido na ponta do seu dedo mínimo, ou utilize algodão, e aplique na abertura do canal do ouvido. (Se houver algum desconforto crônico ou agudo nos ouvidos, consulte seu terapeuta antes de fazer esse procedimento). Quando massagear seus pés, certifique-se de enxaguá-los durante o banho para evitar escorregar.
* Tome um banho ou ducha morna. Um talco/polvilho Vata, Pitta ou Kapha pode auxiliar no enxágue sem ressecar a pele. Você pode usar um sabão suave nas partes ‘estratégicas’.
* Quando sair do banho utilize uma toalha seca. Mantenha uma toalha especial para enxugar-se após seu Abhyanga, pois o acúmulo de óleo poderá, eventualmente, estragar a toalha.
* Coloque um par de meias de algodão (orgânico, se puder) para proteger seu ambiente dos resíduos de óleo em seus pés.
* Aplique um óleo essencial apropriado para seu dosha nos pulsos e pescoço.
* Aprecie e envolva-se.

Traduzido por: Andrea Filomena** - Tradutora é aluna de Ayurveda do Instituto Naradeva Shala, turma 2010.

Dra. Claudia Welch

Claudia Welch é Dra. em medicina oriental, é professora e profissional de ayurveda, iniciou seu estudo de ayurveda em 1987, sub a tutela do Dr. Robert Svoboda. Antes de ir morar no novo méxico, Claudia passou três anos na Índia estudando ayurveda e assuntos relacionados, e após sua chegada ao Novo México (USA), estudou durante muitos anos com o Dr. Vasant Lad. Autora do livro: Balance your hormones, Balance tour life e do livro: How the Art of Medicine Makes the Science More Effective: Becoming the Medicine We Practice. (ambos em inglês) É professora do The Ayurvedic Institute, Kripalu School of Ayurveda, Southwest Acupuncture College, and Acupractice Seminars. Ministra aulas de medicina oriental e ayurveda em diversos países no mundo e é professor do Instituto Naradeva Shala no curso de formação em ayurveda SemiPresencial.
ayurveda, tri dosha, dosha, ayurvédica, medicina indiana


Mais Artigos



Mais Colunistas

Contato

Instituto de Cultura Hindu Naradeva Shala

Rua Coriolano, 169/171, São Paulo (próximo ao SESC Pompéia e ao Shop. Bourbon)

Telefone: (11) 3862.7321 ou (11) 94748.9690 (whats) Email: atendimento@naradeva.com.br